55,8 milhões de smartphones

55,8 milhões de smartphones

Huawei supera Samsung e lidera vendas de celulares no mundo – 55,8 milhões de smartphones

Gigante chinesa já havia superado a Apple no primeiro trimestre de 2020

Creso Suerdieck Dourado

(Foto: Reprodução)

A Huawei superou a Samsung em volume de vendas globais de celulares e se tornou a empresa líder do ramo no segundo trimestre de 2020. A informação é da consultoria de mercado Canalys, que afirma ser a primeira vez em quase uma década que uma fabricante além da Samsung e Apple lidera uma lista trimestral de remessas globais de smartphones. A gigante chinesa já havia superado a empresa da maçã no primeiro trimestre, quando alcançou o segundo lugar do pódio.

De acordo com os dados da Canalys, a Huawei teve a menor queda no número de vendas global durante a pandemia (5%), chegando a 55,8 milhões de smartphones comercializados no período de abril a junho, contra 53,7 milhões da Samsung.

O resultado tem ligação direta com a recuperação chinesa em relação aos efeitos da pandemia do novo coronavírus. O país foi um dos primeiros a retomar as atividades econômicas e hoje é responsável por 72% das vendas da Huawei, um crescimento anual de 8% que ajudou a suavizar a queda internacional de 27% sofrida pela fabricante.

O oposto aconteceu com a Samsung, que tem uma participação de mercado inferior a 1% na China e teve seus principais mercados, como Estados Unidos, Brasil e Europa, prejudicados pela crise. A gigante sul-coreana sofreu queda de 30% neste período.

A China já era responsável pela maior parte do comércio de smartphones da Huawei. A empresa vem enfrentando uma crise com o governo dos Estados Unidos desde 2019 e é proibida de comercializar produtos e serviços de tecnologia para empresas americanas.

A fabricante foi proibida de usar aplicativos do Google nos celulares, o que se mostrou um empecilho para a venda fora do território chinês. Por esta razão, a consultoria afirma que é improvável que a fabricante chinesa consiga manter a liderança depois que a economia global voltar a se recuperar.

Pílulas do Creso #8: Uma boa notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *