Ano econômico conturbado

Ano econômico conturbado

Ano econômico conturbado

Empresas contábeis têm forte recuperação após meses de queda, aponta pesquisa

Relatório dos Quadrantes de Performance Empresarial Omie mostra que faturamento médio cresceu quase 16% em dezembro de 2020

Foto: Divulgação

Creso Suerdieck

A Omie, plataforma número um em gestão (ERP) na nuvem do Brasil, busca apontar tendências e fornecer uma base de análise para mapear a retomada das PMEs brasileiras após um período econômico complexo e inédito para a maioria dos empreendedores. Com isso, a empresa realizou um levantamento para identificar os segmentos com mais movimentações durante 2020.

Baseado em seus mais de 55 mil clientes, o relatório analisou diversos segmentos, entre eles o setor contábil. Os dados, que passaram por tratamento estatístico para refletir o cenário da contabilidade brasileira como um todo, mostraram que o ano foi de instabilidade: após queda máxima de 12,3% em abril, quando se deu o pico da pandemia no país, seguida de tombos de 11,4% e 8,7% em maio e junho, respectivamente, o setor só respirou brevemente em julho, quando o faturamento médio cresceu 1,9%. No entanto, logo em agosto veio mais um período difícil, marcado pelo decréscimo de 10,6% no mês e seguido por queda acumulada de mais de 3% entre setembro e novembro.

A melhora chegou em dezembro, quando o faturamento médio das empresas do segmento voltou a apresentar forte crescimento, de quase 16%. “Com a retomada gradual da economia, estamos confiantes de que o setor contábil também se recupere. Para isso, é preciso que a comunidade esteja preparada para atuar de forma cada vez mais digital e consultiva, se adaptando ao novo cenário, que, apesar de ter boas perspectivas, vem passando por transformações rápidas e irreversíveis”, observa Marcelo Lombardo, CEO da Omie.

A Omie encerrou 2020 com uma taxa de crescimento mais rápida do que antes da crise, demonstrando a força de soluções digitais e na nuvem diante do novo cenário econômico. Durante o ano, a empresa promoveu ações para apoiar a comunidade contábil no enfrentamento à turbulência causada pela pandemia, lançando, por exemplo, uma linha de crédito exclusiva para contadores que precisam digitalizar seus negócios em parceria com Banco Voiter, Positivo, Dedalus/Microsoft e Fenacon.

Além disso, para abordar assuntos como empreendedorismo, inovação e gestão digital na área de contabilidade, de forma a auxiliar empresários do setor na adaptação ao novo momento do mercado, em novembro a Omie realizou o evento “Nova Era Contábil”, que contou com painéis de executivos de marcas como Microsoft e IBM.

Em seu próprio negócio, em 2020, a Omie alcançou mais de 55 mil clientes nos mais variados setores, do comércio à indústria, ajudando a movimentar mais de R$ 70 bilhões nos últimos 12 meses, ultrapassando 1,5% do PIB brasileiro, e faturando o equivalente de 2018 e 2019 somados.

Deixe uma resposta

*