Clientes experientes

Clientes experientes

Clientes experientes

Empresa oferece jornada personalizada para idosos e cresce facilitando acesso a empréstimos pela internet

Com a aceleração digital, os ‘seniores digitais’ estão cada vez mais conectados e buscando soluções para facilitar sua rotina

Foto: Divulgação

Crezo Suerdieck

As empresas que investem na experiência do cliente logo nos primeiros estágios crescem e escalam seus negócios de forma muito mais rápida que as demais, é o que aponta uma pesquisa realizada pela Zendesk com 4.400 startups de diferentes países, incluindo o Brasil. A Prestho – (https://www.prestho.com.br/) – é uma dessas empresas. Fundada em Minas Gerais, criou uma tecnologia 100% digital, com jornada exclusiva voltada a idosos para facilitar o acesso ao crédito consignado.

A fintech dedicou um ano de estudos e testes antes de lançar a plataforma para o mercado, entender o perfil e estudar as necessidades reais do público idoso nesta área. Patrícia Soares, CEO da Prestho, explica que construíram a tecnologia pensada na experiência do usuário.

“A navegação deste público é diferente, com necessidades e dificuldades bem específicas. Isso demanda um olhar diferenciado das empresas. O uso de apps, por exemplo, é algo que está começando nesta faixa etária, então precisa ser tudo mais fácil de usar. Por isso nós pensamos nas fontes e áreas de cliques maiores, nos elementos na tela e principalmente na agilidade”, comenta.

A população mundial de idosos tem tido um crescimento significativo: cerca de 3% nos últimos anos, e deve chegar a 1,4 bilhão em 2030, de acordo com a ONU. Segundo a CEO, os 60 são os novos 40: os “novos seniores” trabalham, se exercitam, se locomovem e continuam independentes de seus familiares. “Por isso, profissionais à frente de soluções na experiência do usuário, criação e solução de produtos de tecnologia, sejam eles físicos ou digitais, precisam estar atentos a este público”, afirma.

Mercado se adapta para inclusão da terceira idade

Os idosos estão cada vez mais adeptos à tecnologia, fazendo com que empresas de diversos ramos, como o financeiro, por exemplo, estejam direcionando suas pesquisas e investindo cada vez mais em ações e produtos customizados. Segundo uma pesquisa feita pelo SPC Brasil, os sêniores detêm alto poder de compra e estão com a vida financeira mais estável, o que aumenta seu potencial de consumo e sua disposição para gastar mais.

Marinez Lima da Silva, 57, moradora de São Gonçalo, conheceu a Prestho pelo Facebook e conseguiu fazer três solicitações de crédito consignado para ajudar com as despesas da família. “Fui direcionada para o site e consegui fazer tudo sozinha, sem a ajuda de nenhum familiar. Com cores chamativas e letras grandes, tudo ficou mais fácil. Após o meu primeiro empréstimo recebo um atendimento especializado por meio do whatsapp, consigo falar com a empresa por mais de um jeito”, explica.

Para Patrícia Soares, cabe às empresas pensarem em soluções que possam facilitar o uso da tecnologia para este crescente público e estimular seu uso. “Muitas soluções podem mais que incluir usuários seniores, conseguem ajudá-los a levar a vida mais facilmente”, conclui.

Deixe uma resposta

*