Novas medidas

Novas medidas

Governo e Prefeitura anunciam restrições sem prejuízo à economia fluminense

Estão proibidos estacionamento na orla nos finais de semana e áreas de lazer no Rio de Janeiro

Foto: Divulgação-Rogério Santana-Governo do Rio

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, em decisão conjunta com o governador em exercício do Estado, Cláudio Castro, anunciou novas medidas para conter o contágio do novo coronavírus sem prejuízo à economia fluminense. Em reunião em que participaram o prefeito, o governador e secretários de Saúde municipal e estadual, no Palácio Guanabara, sede do governo do Estado, ficou acertada a adoção das seguintes providências:

* Escalonamento dos horários de funcionamento da indústria (a partir das 7h); dos serviços (a partir das 9h); e do comércio (a partir das 11h), para evitar aglomeração nos transportes públicos.

* Proibição de estacionamento na orla nos fins de semana e feriados;

* Cancelamento das áreas de lazer nas orlas de Copacabana, Ipanema e Leblon e no Aterro do Flamengo aos domingos e feriados (as pistas, portanto, não serão fechadas ao trânsito de veículos);

* Proibição do uso de áreas comuns de lazer em condomínios, onde não são usadas máscaras, como saunas e piscinas.

* Permissão para shoppings e Centros Comerciais ficarem abertos 24 horas, para evitar aglomerações nos meios de transporte.

A Prefeitura destacou que os ambulantes legais que atuam na orla receberão cestas básicas enquanto durarem as novas medidas.

O conjunto de anúncios visa a proteger a população de situações de risco de contaminação pela covid-19, mas sem interferir na cadeia produtiva e sem causar danos à economia.

Tanto o prefeito quanto o governador voltaram a demonstrar preocupação com aglomerações e pediram que a população evite se expor a riscos desnecessários, use máscara e mantenha higiene cuidadosa das mãos.

Creso Suerdieck

Deixe uma resposta

*