Reinventando para sobreviver

Reinventando para sobreviver

Reinventando para sobreviver

Aumenta número de cadastros de MEIs na Baixada Fluminense

Especialista oferece dicas a corajosos empreendedores que desafiam a economia

Foto: Divulgação Sebrae

Creso Suerdieck

E os empreendedores seguem surpreendendo no quesito “reinventar”. Com um aumento significativo dos novos microempreendedores individuais criados em 2020, o número total de MEI ativos já supera 11,3 milhões em todo o Brasil, sendo uma boa fatia dessa equação, mulheres. Só no município de São João de Meriti, o crescimento foi de 35%, sendo seguido por Nova Iguaçu: 29,12% no cadastro de MEIs.

A especialista em gestão persuasiva Flavia Knop fala como esses novos empresários e empresárias podem ter uma perspectiva melhor dos seus negócios e continuar dominando o mercado de trabalho.

“Conheça a sua empresa, vista a ‘persona’ dela, entenda suas dores e também seus pontos mais positivos. Planejamento estratégico é importante. Esta dica é indispensável para o sucesso de toda empresa! Seja um líder organizado, calcule prazos, estipule metas a cumprir.”

E ela completa: “uma boa liderança é aquela que enxerga todos os cenários, preparando respostas a cada possível situação.”

Flávia explica que, assim, você saberá exatamente onde agir e estará pronto quando qualquer questão surgir.

Roberta Silveira, empreendedora no ramo de design de sobrancelhas, tem sete anos de história no mercado, sendo bastante conhecida e consolidada no município de Nilópolis, na Baixada fluminense. A empresária tinha seu próprio negócio, mas, com a pandemia e a gravidez de seu segundo filho, entregou o espaço e voltou a atender em casa.

“Apesar de estar preparada financeiramente para enfrentar a crise, não sabia quando tudo ia voltar, ninguém tinha uma resposta concreta. Tinha medo das coisas engatarem novamente durante minha gravidez, além de ter o meu primogênito, de um ano em casa. Então, eu achei melhor me precaver e voltar a fazer meus atendimentos no espaço que tenho em casa e nunca me desfiz”, relata Roberta.

A pandemia não alterou o seu atendimento. Inclusive, sua renda aumentou, pois ela parou de pagar o aluguel e outros gastos que tinha na sala comercial. Atrás de novas oportunidades, Roberta decidiu investir ainda mais.

“Este mês inaugurei o espaço Roberta Silveira – Beauty Academy, em Nilópolis. É um local com ótima estrutura e bem maior que todas as minhas outras lojas. Para fazer esse investimento, juntei todas as minhas economias dos anos de trabalho e também vendi o carro. Não tenho nenhum arrependimento, faria tudo de novo”, finaliza.

Deixe uma resposta

*