Dívidas de R$ 1,5 bilhão

Dívidas de R$ 1,5 bilhão

Dívidas de R$ 1,5 bilhão

Justiça homologa plano de recuperação judicial do grupo sucroalcooleiro Moreno

Planejamento prevê, como uma das alternativas para o pagamento das dívidas, a venda de até duas usinas da companhia

Foto: Usinas do Grupo Moreno – Divulgação

O juiz Antonio José Papa Junior, da Comarca de São Simão do Tribunal de Justiça de São Paulo, homologou hoje (03/12), o plano de recuperação judicial do grupo sucroalcooleiro Moreno, que prevê como uma das alternativas para o pagamento das dívidas a venda de até duas usinas da companhia.

Creso SuerdieckDe acordo com o especialista em recuperações judiciais Creso Suerdieck, dentro do plano da empresa, as usinas serão repassadas como Unidades de Produção Independente (UPIs). “Desta forma, quem as adquirir não leva o passivo financeiro, que continua com o CNPJ do grupo antigo. É importante, quando uma empresa faz um plano de recuperação judicial, definir a venda das UPIs, assim como a da própria companhia, para que não haja uma nova assembleia de aprovação de contas”, afirma.

Outra opção é a entrada de novos investidores com participações nos negócios do grupo ou na própria companhia – neste caso limitada a 49%. Também poderão ser realizados novos empréstimos.

A Cofco chegou a demonstrar interesse em usinas do Grupo Moreno, mas a manifestação ocorreu quando o plano ainda estava em negociação com os credores.

A companhia entrou em recuperação judicial no ano passado, quando inscreveu dívidas de R$ 1,5 bilhão.

Deixe uma resposta

*