Justiça de São Paulo

Justiça de São Paulo

Justiça de São Paulo

Tradicional casa noturna paulistana Love Story tem falência decretada

“Isso ocorre quando uma empresa perde sua receita e não possui ativos”, explica Creso Suerdieck

Foto: Divulgação

A Justiça de São Paulo decretou a falência da boate Love Story, tradicional casa noturna no centro da capital paulista. A boate, que se tornou um ícone da boemia paulistana, enfrentava problemas financeiros. A pandemia da covid-19 agravou a situação do estabelecimento.

Conhecida como “A Casa de todas as Casas”, a Love Story havia entrado com pedido de recuperação judicial em agosto de 2018, quando a boate tinha uma dívida de cerca de R$ 1,7 milhão. Com a impossibilidade de funcionar por conta da pandemia de covid-19, a Love Story descumpriu o plano de recuperação, o que resultou no decreto de falência.

Creso Suerdieck DouradoA sentença foi expedida pelo juiz Marcelo Barbosa Sacramone, da 2ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais, do TJSP (Tribunal de Justiça de São Paulo). Na decisão, o magistrado destacou a falta de perspectiva de retomada das atividades da Love Story e afirmou que a boate já havia deixado de pagar credores em 2019, o que considerou “absoluto descaso”.

“O administrador judicial destaca que sequer a documentação vinha sendo apresentada. Não há apresentação de informações sequer pela recuperanda, apesar das diversas intimações a tanto”, escreveu Marcelo Sacramone.

De acordo com o empresário Creso Suerdieck, a Love Story era referência da noite brasileira, não somente paulistana. “Tratava-se de um ponto turístico noturno de São Paulo. Com relação à recuperação judicial, o primeiro elemento para continuidade do plano é ter uma receita. Quando uma empresa perde e não possui ativos, a tendência é o administrador pedir a falência”, explica.

Deixe uma resposta

*